• Fumaça toma cidade do Uruguai após legalização do consumo de maconha

    Na cidade de Salto, onde 80% da população consume a planta, um nevoeiro está causando algumas preocupações mais sérias para o setor de segurança pública.

    Fumaça-de-maconha-invade-Uruguai-610x250

     

     

     

     

    No dia 11 de dezembro de 2013 foi realizado no Uruguai um amplo debate que decidiria sobre a legalização da produção e consumo de maconha no país. Após 12 horas o conselho chegou à conclusão de que esse seria o melhor caminho para combater o narcotráfico e a violência, a aprovação ganhou com 16 votos a favor dos 29 presentes.

    A definição causou bastantes protestos em algumas regiões, porém na cidade de Salto, onde 80% da população consume a planta, um nevoeiro está causando algumas preocupações mais sérias para o setor de segurança pública.

    A cidade possui cerca

    de 100 mil habitantes e está situada a 498 km de Montevidéu, a maioria das famílias está acostumada com o consumo de cannabis diariamente, com isso a legalização causou um estado de festividades na cidade, que teve as ruas tomadas por uma onda de fumaça.

    O Instituto Científico do Uruguai (ICU) afirmou que o consumo acelerado em grandes quantidades e a pressão atmosférica do local fez com que a fumaça expelida pelos usuários de maconha não conseguisse se dissipar. “A altitude e a umidade do ar acabam dissolvendo a fumaça, se ela for expelida em pequenas quantidades. Como muitas pessoas estão consumindo em grandes volumes, assim atmosfera não dá conta, o que acaba causando o fenômeno”.

    A segurança nacional es

    tá utilizando alguns exaustores para evitar que a nuvem aumente e em algumas estradas guardas foram colocados de prontidão para guiar os motoristas, já que a visibilidade é quase nula.

    Um aumento de queixas sobre furtos e assaltos foi registrado nas ruas de Salto e o governo pede que os moradores da região que não consumem maconha devem ficar dentro de casa com portas e janelas trancadas, para evitar intoxicação.