• Quais os melhores financiamentos estudantis

    Os estudantes interessados continuar sua qualificação ou mesmos fazer um curso técnico de capacitação têm várias oportunidades oferecidas pelos programas de financiamento estudantis. Para aqueles que desejam fazer cursos técnicos gratuitos, as opções são o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) e o Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica). Já para o ensino superior existem outros programas, como os citados abaixo.

    (Foto: divulgação)

    (Foto: divulgação)

    Prouni- bolsas de estudo

    O Prouni (Programa Universidade para Todos) oferece bolsas de estudos em faculdades particulares de todo o Brasil, podendo custear de 50% e a 100% das mensalidades. Os interessados devem ter cursado o ensino médio em escola da rede pública ou em escola particular como bolsista integral; a renda familiar deve ser de no mínimo um salário e meio e no máximo de três salários por pessoa e o candidato deve ter obtido no mínimo 450 pontos na prova objetiva do Enem e uma nota maior que zero na prova de redação.

    Inscrição para o Prouni

    A inscrição para o Prouni 2016 deve ser feita pelo portal do MEC, com o número da inscrição e senha do Enem 2015. Cada estudante pode concorrer a uma vaga em até dois cursos diferentes, em ordem de preferência, indicando o tipo de bolsa (integral ou parcial) e a modalidade de vagas em ampla concorrência ou em política de ações afirmativas.

    Durante o processo, o aluno pode optar por mudar as opções e adequá-las a nota que obteve no Enem 2015. A classificação do aluno depende da nota de corte do curso, ou seja, a nota mínima para ser selecionado no curso escolhido.

    (Foto: divulgação)

    (Foto: divulgação)

    Fies- financiamento das mensalidades

    O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) também concede o financiamento das mensalidades para estudantes de instituições privadas de ensino superior, que ao final do curso devem pagar por esse financiamento. O candidato pode solicitar o empréstimo por meio do cadastro no Sistema FIES. É necessário também ter a nota mínima de 450 do Enem e não ter zerado a redação.

    Inscrição para o Fies

    O processo de inscrição para o Fies 2016 continua o mesmo. Os novos contratos devem ser solicitados pelo site oficial do programa. Primeiro, o estudante precisa cadastrar uma senha, com o preenchimento dos seus dados pessoais. Após o cadastramento, o candidato deve realizar a sua inscrição no sistema. Com a aprovação, ele tem que comprovar todas as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento – CPSA, órgão validador que funciona na própria instituição de ensino superior em que o estudante está matriculado, em até 10 dias corridos.