• Vai vender a moto? Veja como anunciar online

    Tem uma moto e está pensando em vender? Aproveite, pois o momento é agora: a demanda de motos usadas já está duas vezes maior do que a de novas. Mas, ao mesmo tempo em que isso ajudar, é também sinônimo de que há bastante motocicletas usadas no mercado, esperando por um comprador. Por isso, confira como dar mais destaque ao seu anúncio online e vender mais rápido.

    (Foto: divulgação)

    (Foto: divulgação)

    Saiba onde anunciar

    De nada adianta um bom anúncio se você não estiver anunciando no local certo. Exibir a moto em feiras até pode atrair compradores, mas o tempo e energia gastos nessa tarefa são enormes e talvez nem faça valer o esforço. As vantagens de se anunciar pela Internet são muitas, desde a praticidade até o grande alcance de compradores. O Salão da Moto é um exemplo de plataforma que possibilita o anúncio online e sem nenhum custo.

    Crie um anúncio completo e interessante

    Já dizia aquele velho ditado, “a propaganda é a alma do negócio”. Isso não significa mentir e exaltar qualidades que a moto não tem ou ocultar suas imperfeições. Estamos falando de caprichar no anúncio, de usar um português claro e objetivo, assim como colocar todas as informações possíveis e necessárias sobre a moto. Marca e modelo, versão, ano, capacidade do motor e quilometragem são informações que não podem faltar.

    Além disso, capriche nas fotos. Ninguém vai se interessar pela sua oferta se as fotos da moto forem escuras, desfocadas ou então se a moto estiver suja. Dê aquela caprichada na moto, com direito a lavagem e polimento, e escolha um espaço legal e bem iluminado para fazer as fotos.

    (Foto: divulgação)

    (Foto: divulgação)

    Acerte no preço

    A tabela FIPE é uma boa base, porém, também é preciso ficar atento ao preço de mercado e ao estado e outras particularidades da sua moto em especial. Peças originais ou extras, estado de conservação, KM rodados e histórico também devem ser levados em conta na hora de determinar o real valor da moto.

    Não esconda as imperfeições da moto

    Não adianta querer omitir o real estado e os pequenos estragos. É óbvio que o comprador irá notar esses detalhes na hora de conhecer a moto, e isso pode acabar com toda a negociação – seja pelo estrago em si ou pela sua omissão. Seja transporte desde o começo e não oculte nenhum detalhe importante sobre a moto.

    (Foto: divulgação)

    (Foto: divulgação)

    Fique atento à documentação

    O Detran exige uma série de documentos necessários para a transferência da motocicleta, por isso, acesse o site do órgão da sua região e já tenha em mãos todos os documentos necessários, além de faturas antigas, IPVA e documento de vistoria.

    Esse post foi uma colaboração da equipe de redação do Salão do Carro, um dos melhores portais de classificados de autos do Brasil.